Como físico publiquei alguns artigos científicos (com destaque para Cold Plasma Oscillations According to Weber’s Law. An Unphysical Result e Anisotropic effects on classical particle confinement time in field-reversed configurations) e como programador desenvolvi vários CD-ROMs e sites, mas isso é passado. Este site fala de 2008 pra frente.

Pois foi em 2008 que comecei a escrever “Memorandum”, um dos dez argumentos vencedores do Concurso de Apoio ao Desenvolvimento de Roteiros Cinematográficos de Longa Metragem (ficção) de 2009, promovido pelo Ministério da Cultura. Depois o título mudou e virou “Declaro Para os Devidos Fins Que Te Amo”, mas isso já é outra história (quer dizer, é a mesma… Bem, você entendeu).

2009 rendeu… Tanto que, antes dele terminar, estava indo ao ar no Multishow a série “Quase Anônimos“, da qual fui um dos roteiristas. A lista completa dos episódios está disponível no IMDb.

No ano seguinte, em abril, me convidaram pra ser monitor do curso  “Roteiro em Carne e Osso, A Prática do Diálogo“, oferecido pelo Laboratório Estação. E em maio, fui pra São Paulo pra participar do workshop “Roteiro para Videogames” com Matt Costello no XIV Cultura Inglesa Festival.

Em outubro de 2010, estreou “Os Gozadores”, nova série que escrevemos para o Multishow. Antes disso, passou a primeira temporada de “Open Bar”.

Onze meses depois, estreei como dramaturgo na Casa da Gávea com o esquete “Uma Pizza Chamada Desejo” para o espetáculo “Pizza”. Em novembro de 2011, nosso coletivo de autores fez sua segunda apresentação (escrevi e dirigi a cena “A Bolinha”).

Em 2013, além de ter dado aulas de roteiro na Escola de Cinema Darcy Ribeiro, foi ao ar a segunda temporada da série “Copa Hotel” no GNT, da qual participei ao lado de mais três roteiristas.

Este ano, “A Garota da Moto” estreou no SBT com altos índices de audiência. Sem deixar a peteca cair, eu e David França Mendes estamos escrevendo uma série para o Canal Brasil.

Navegue pelo site e conheça um pouco mais do meu trabalho.